Incompletudes

Sonho com a pessoa errada

de tão certa que ela é

desejo profundo incompleto

pela serenidade que ela oferece

tão correta, tão equilibrada

impossível ser

quero o desafio mais improvável

seduzido pela atração mais impulsiva

ela sorri, eu sorrio

ela respira, eu suspiro

ela diz, eu escuto

ela existe

eu sonho

o porquê das incompletudes

a dívida eterna do querer

a ambição amorosa

a busca da perfeição de Eros

ciente da ilusão

não há medo de que me faltes

amor é construção

e a admiração é semente

nesse distante jardim que desabrochas

persiste em mim sol e luz

para alimentar um fim

um objetivo definitivo

quem dera um dia

teus olhos me enxerguem aqui

incompleto sem ti

completo em mim

um simples poeta encantado

enamorado por uma ideia

forte em seu ideal

de chover em teu quintal

assim regando a terra vermelha

com palavras em poesia

vou levando minha sina

de ter fé no amor incerto

nas probabilidades da matriz perversa

que nos pintaram com diferentes cores

eu aqui, tu aí

 

Anúncios

(110) Espelho

Entretanto, um pouco

enquanto tua pele macia

estiver ao alcance das minhas mãos

serei teu escravo, teu mestre, teu peão

você é árvore da vida

minha ferida

que não quero ver cicatrizar

amor puro para eternizar

seremos espelho

quando lhe ver

verei a mim

quando me ver

enxergará você

Ver o post original

(109) Adeus

Entretanto, um pouco

adeus anjo meu

tanto te quis

que sei dizer adeus

adeus porque tenho que viver

adeus porque devo te perder

anjo meu

que breve esteve em minha igreja

passou com lágrimas, risos e cantos

me fez sentir

me fez sonhar

adeus anjo meu

que o sol te brilhe ainda mais

você é demais

muito para mim

um aposentado querubim

adeus anjo meu

que teus caminhos

nas ladeiras e esquinas

sejam abençoados

adeus anjo meu

tatuado em meu coração

Ver o post original

(108) Bom dia

Entretanto, um pouco

Bom dia pra quem o tempo passa

e nada se move

Augusto, o dos Anjos diz

‘a dor que se renova

quando o prazer ataca’

Poe acrescenta

‘para ser feliz temos

que ter sofrido o mesmo tanto’

e Bataille conclui

‘o orgulho é igual a humildade

sempre mentira’

Bom dia pra quem o tempo passa

e nada se move

De nada nos serve o sonho do amor

sem o pesadelo da dor e da morte

essa batalha pra manter o calor

que alimenta a vida até seu último suspiro

a busca pelo prazer de perder-se

de não se pertencer mais

descolar-se alma do corpo

Em busca constante da euforia

sofremos, caímos, choramos

tropeços e soluços que arremetem

náuseas e cólicas intermináveis

mas não há refúgio

ainda bem que não há

Seguimos em nossas mentiras

negamos a escravidão

desacreditamos e invalidamos

a posse

mas nunca fomos tão possuídos

A hipócrita liberdade moderna

é enfim…

Ver o post original 42 mais palavras

(107) Pêndulo

Entretanto, um pouco

balança lentamente

de uma ponta a outra

uma vida hoje

só um momento amanhã

o pêndulo segue seu destino

vem e vai

a dicotomia do sentimento

líquido? sólido?

o beijo mais sincero

o abraço mais distante

segue o tempo

e o pêndulo

vem e vai

silencioso carrega o peso

que dá ritmo ao seu movimento

aproxima e se afasta

apaixona e desencanta

instrumento divino ou humano?

ele continua sua marcha inalterado

vem e vai

enquanto trabalha

nossas vidas seguem

sorrimos, choramos

gozamos, dormimos

e impávido o pêndulo

não se importa

vem e vai

permite que a escolha seja sua

não determina os limites

mas simplesmente

balança e percorre

a linha temporal

que nos submetemos

e nos apresentamos

para revolucionar

ou nos escravizar

vem e vai

o que você quer viver?

a aurora do êxtase?

o por da solidão?

o pêndulo segue

cabe a você

a decisão

Ver o post original