Sentimento nu

Queria estar sentindo amor

mas ele se foi sem anúncio

só restou o calor natural

que o corpo que não dorme

exala de forma irresponsável

enquanto nada surge de novo

afogo o lento sofrimento

sem água, sem mágoa, sem trégua

prenúncio de um escrito poema

inabalável sentimento nu.

Anúncios

Escolha

Afasta de mim toda essa sua frieza

longe daqui essa insensibilidade crua

se não quer sentir a cor da vida afaste-se

aqui onde vivo é a cidade da poesia

distantes aqueles que petrificam tudo

seus medos e covardias não valem nada

é uma escolha errada inócua e sem sal

o gosto do viver é entrega e coragem

sumam com suas queixas sem fim

apaguem suas tristes memórias escuras

acordem para as possibilidades e luz

há uma chance que depende da sua escolha

 

 

 

 

Desejo de amar

se não desejasse amar

por que haveria de ter conhecido o mar

por que haveria de ter lido tantos livros

por que haveria de ter sido tão vivo

sobrevivido a furacões, terremotos e vulcões

sobrevivido a guerras, pestes e paixões

se não desejasse amar

por que lhe daria bom dia, boa tarde

boa noite

por que notaria a lua, crescente, cheia, minguante

por que me banharia de sol, de luz, de calor

se não desejasse amar

por que guardaria seu nome

seu endereço

seu telefone

se não desejasse amar

por que sairia às ruas

aprenderia canções

dançaria na chuva

se não desejasse amar

por que seria poesia

o meu existir

se não desejasse amar

por que sentiria saudades

procuraria verdades

subiria montanhas

voaria nos céus

se não desejasse amar

por que enfim existiria

se só o amor é vida

nada mais faz sentido

sem amor

se não desejasse amar

seria apenas um escravo

um peão

um ser sem ser

um morrer